Feira Internacional do Livro: “Feiras abrem novas oportunidades de Conhecimento” – Jorge Ferrão

O ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Jorge Ferrão, inaugurou semana passada, em Maputo, a V Edição da Feira Internacional do Livro. Na ocasião, Ferrão disse que com as feiras do livro abrem-se novas oportunidades do conhecimento para a sociedade moçambicana, porém nem sempre os livros exibidos são acessíveis ao público.

Para a partilha da diversidade cultural, destacando a literatura dos países de África, Europa e América, e incentivando as crianças da cidade de Maputo na prática da leitura, o ministro da Educação, Jorge Ferrão, o presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, David Simango, e os embaixadores do Brasil, França, Espanha, Portugal, Angola e África do Sul presenciaram a inauguração da 2ª Edição da Feira Internacional do Livro.


 Dirigindo-se aos presentes na cerimónia, que se realizou no espaço do Jardim Tunduro, na baixa da cidade de Maputo, Jorge Ferrão disse que a feira representa o maior espaço de exposição literária do país e assume, por sua vez, que a mesma tem a nobre missão da popularização do conhecimento, factor importantíssimo na educação, cultura e no desenvolvimento dos povos. Ferrão explicou que o livro, para além do conhecimento, proporcionará com a feira uma oportunidade aos munícipes para se conhecerem uns aos outros, partilhando parcerias entre pessoas de vários cantos do mundo, destacando os escritores e tradutores de Angola, Portugal, Brasil, Espanha e França.

“O livro e desenvolvimento humano nos remetem ao denominador comum, neste caso, a aprendizagem ao longo da vida. Uma sociedade que se preocupa com a busca constante do conhecimento estará sempre em condições de viabilizar o desenvolvimento e gerar os recursos necessários para melhorar as condições da vida dos seus integrantes”, disse o ministro.


Elogiando a grande organização e magnitude que representa a Feira Internacional do Livro para o país, Jorge Ferrão disse que “nestes últimos anos temos realizado como ministério e com parceiros cerca de 150 ou 200 feiras do livro por ano nas nossas escolas e em diferentes espaços sociais. São feiras de menor dimensão, mas cumprem, apesar disso, a missão de levar e colocar o livro próximo dos consumidores”. O ministro disse que com as pequenas feiras do livro que o ministério organiza nas escolas e ao longo do país, abrem-se oportunidades de alcance do conhecimento e dão a conhecer a sua existência, “porém, os livros que são exibidos não são adquiridos pelo grande público, e sobretudo por aqueles que deles mais necessitam, e isso se mantém ao longo dos anos”, disse acrescentando que “chegará o dia em que teremos feiras com uma distribuição gratuita de livros ou até, se calhar, uma feira de livros à venda a preços simbólicos”.
Feira Internacional do Livro: “Feiras abrem novas oportunidades de Conhecimento” – Jorge Ferrão Feira Internacional do Livro: “Feiras abrem novas oportunidades de Conhecimento” – Jorge Ferrão Reviewed by Redacção on 2:31:00 AM Rating: 5
Powered by Blogger.