Nyusi ataca gananciosos da Frelimo: “Corrida desenfreada à riqueza”

Num discurso dirigido para dentro e fora da Frelimo (o partido no poder), Nyusi, à imagem do seu antecessor Armando Guebuza, atacou os seus camaradas, aos quais considerou de terem interesses pessoais que se sobrepõem não só aos do partido Frelimo, mas também do Estado moçambicano.

Esta posição do chefe máximo da Frelimo não é nenhuma novidade. Aliás, tem sido esse o apanágio dos membros do partido no poder quando se dirigem em acções públicas que, no entanto, não encontram nenhum paralelismo nas suas acções governativas. Na abertura da III sessão extraordinária do Comité Central, que visa preparar o 110 conclave dos camaradas, o Presidente Nyusi acusou os seus correligionários de serem fonte de violação de código de conduta, das directivas eleitorais internas e dos estatutos do partido. Nyusi vai mais longe ao afirmar que alguns membros do partido Frelimo são fonte fértil de intrigas. Estas acusações de Filipe Nyusi acontecem numa altura em que já há relatos de negociatas, a nível das bases, para a indicação de alguns membros do partido Frelimo para delegados ao Xl Congresso.

“Este fenómeno deve ser combatido sem tréguas, pois corrói a nossa militância e até a nossa cidadania, e mina a coesão interna do nosso partido”, alertou o presidente do partido Frelimo no seu discurso de abertura da sessão extraordinária ocorrida semana passada, na Escola Central do partido na Matola. Numa outra abordagem, o presidente da Frelimo referiu-se aquilo que chamou de “corrida desenfreada à riqueza”, o que, na sua opinião, cria e exacerba as diferenças sociais, perturba as relações de humanismo e de solidariedade entre as comunidades, fomenta o crime, a violação dos direitos humanos e cria conflitos sociais de vária índole.

“Os nossos quadros e militantes do partido devem estar cientes desta emergência de supremacia dos interesses individuais ou do grupo que pretendem predominar o ambiente em que vivemos, e querem penetrar e instalarem seus tentáculos no nosso seio, da sociedade e de todos”, disse Nyusi. Nesta ordem de alinhamento de ideias, Nyusi sublinhou ainda como característica que distingue os verdadeiros militantes do partido dós gananciosos, e segundo seu argumento, nos verdadeiros há entre tanto espírito de lutar pelo bem comum da sociedade, ou seja, para o Presidente Nyusi, governar é resolver os problemas do povo, e desta forma permanecer no poder. “As nossas teses estabelecem a nossa identidade como partido, aglutinam os princípios que defendemos e caracterizam a singularidade com que nos posicionamos no mundo”.

Entretanto, Nyusi vincou que as revisões das directivas sobre eleições internas e sobretudo de conduta devem orientar e contribuir em muito na actuação de todos os membros nos processos de revitalização de órgãos do partido, no gemi, no sentido que se assegure a continuidade e renovação de um ambiente de reforço da coesão interna do partido.
Nyusi ataca gananciosos da Frelimo: “Corrida desenfreada à riqueza” Nyusi ataca gananciosos da Frelimo: “Corrida desenfreada à riqueza” Reviewed by Redacção on 1:20:00 AM Rating: 5
Powered by Blogger.